10 Mitos sobre a Hipnose

Eu sei, já todos vimos filmes e cenas relacionadas com a hipnose que nos deixam a pensar, que nos deixam inseguros em relação à técnica. Por um lado é uma pena que assim seja, pois este mitos impedem que mais pessoas possam tirar proveito de algo tão poderoso, por outro lado, digo sempre, que as demonstrações de hipnose em palco são também uma forma cabal de mostrar o poder da técnica.

1º – E se vou e não volto?
Sairá do estado hipnótico sempre que quiser e quando quiser. Na verdade há situações em que não queremos voltar, mas apenas porque sabe muito bem estar num estado de relaxamento profundo. Como hipnoterapeuta sei perfeitamente o que tenho que fazer para o trazer de volta ao estado “normal”, mesmo que não o fizesse provavelmente acordaria quando algo precisasse da sua atenção.

2º – Hipnose é magia.
Hipnose não tem nada que ver com magia, a não ser eventualmente nos filmes, não tem nada de paranormal, antes pelo contrário é um método científico amplamente usado para reprogramação da mente e resignificação emocional.

3º – Hipnose é como dormir
Nem por sombras. Antes pelo contrário, hipnose é um estado de consciência em que estará altamente focado, intensamente concentrado em tudo o que se passa à sua volta e em especial no que o hipnoterapeuta estará a dizer.

4º – Não me lembrarei do que aconteceu
Um dos eventos que podem ocorrer durante o transe hipnótico é a amnésia. De facto a mente pode escolher não se recordar de algumas partes da sessão, isso não quer dizer que seja mau, antes pelo contrário, em hipnoterapia costumamos dizer que lembrar-se-á de tudo o que for relevante para si.

5º – Eu não terei controlo de mim próprio durante o transe hipnótico.
Nada poderia ser mais errado e este é mesmo daqueles mitos que vem dos filmes. Em hipnose fará apenas aquilo que a cada momento decidir que deve e quer fazer. Pode interromper a qualquer momento e nunca fará nada de contra vontade.

6º – Podem me mandar fazer coisas que não quero mesmo depois de acordar do transe hipnótico.
Qualquer sugestão com que não concorde, será simplesmente rejeitada. De facto, em hipnoterapia damos sugestões normalmente especificas para o problema que estamos a tratar e por vezes para facilitar o aprofundamento do transe em sessões futuras. Apenas fará aquilo que sente e acredita que é benéfico para si.

7º – Pessoas muito inteligentes não se permitem ser hipnotizadas.
Todas as pessoas que o permitam podem ser hipnotizadas. De facto, é mais fácil hipnotizar uma pessoa inteligente e informada do que uma pessoa insegura e desinformada.

8º – Pessoas com personalidade forte não são hipnotizáveis.
Isto é apenas verdade se não quiser ser hipnotizado. Para se deixar entrar em estado de transe hipnótico basta permitir-se seguir as instruções do hipnoterapeuta.

9º- Eu nunca estive em estado de transe.
Para dizer a verdade, que eventualmente pode não querer ouvir, está mais vezes em estado de transe do que em consciência pura. Basta tentar recordar-se de todas as vezes que está absorvido a ver televisão, a ler um livro, ou das viagens de carro que faz e nem se lembra do caminho, apenas “acorda” quando chega ao destino. Tudo isto são exemplos de estados de transe leves que experimenta todos os dias.

10º – Posso falar demais e revelar coisas que não quero.
Se assim fosse a polícia e os tribunais já tinham um batalhão de hipnoterapeutas a trabalhar com eles… Nunca dirá nem fará nada que não queira. Estará sempre em controlo.

Se há algo que gostaria de trabalhar, curar, ou mudar em si, a hipnose clínica pode ser uma excelente ferramenta, se ainda assim continua inseguro em relação à técnica procure experimentar com algo simples, passo a passo com um hipnoterapeuta de confiança. É uma pena que se deixe levar por “pré-conceitos” e não usufrua de algo tão bom para si.

Grato,
Rui Mira

 

About The Author

ruimira

Se tem solução não é problema. Se não tem solução nunca foi problema. Mais do que uma frase está é uma forma de vida. Quando integramos esta frase na nossa vida reduzimos em muito os níveis de stress, que como sabemos são muitas vezes fonte de doenças que se manifestam de diferentes formas dependendo de pessoa para pessoa. Se tem solução, resolve-se. Se não tem solução, não é um problema mas sim um facto.

Facebook Cometários